Escolha uma Página

Parque das Sequoias

Parque das Sequoias - Divulgação

Parque das Sequoias – Divulgação

Um museu natural ao ar livre, o Parque das Sequoias abriga plantas do mundo inteiro e leva o visitante em uma verdadeira aula ao ar livre, no meio da natureza.

Quem se encanta com a vegetação do Parque das Sequoias hoje nem consegue imaginar que a proposta inicial do local era ser uma área de estudos científicos. Preocupado com a natureza da região, em 1945, Curt Mentz resolveu procurar por novas espécies para substituir os pinheiros usados pelas madeireiras locais. Ele acabou encontrando na família das coníferas, plantas que respondiam perfeitamente ao clima gaúcho e as necessidades da região.

Em 1949 chegava a Serra Gaúcha o primeiro lote de sementes, trazidas de Paris. Não demorou muito para o parque começar a receber espécies do mundo inteiro, e logo, o terreno de 10 hectares em Canela abrigava um pedacinho de vegetação de cada canto do globo.

As sequóias que dão nome ao local são originárias da América do Norte, e se adaptaram muito bem ao clima da região. Considerada como a maior árvore do mundo, a espécie chega a atingir 40 metros de altura no ápice de sua vida, aos 120 anos, podendo ter até 15 metros de diâmetro.

Com invernos menos rigorosos do que os do hemisfério norte, as plantas conseguem se desenvolver mais rápido por aqui, e os especialistas do parque presumem que os exemplares daqui possam se tornar maiores do que os espécimes se encontram em seu habitat natural.

A estrela do parque é a metasequoia. Essa planta foi considerada extinta em 1940, até que cientistas chineses conseguiram reviver a espécie através de sementes congeladas encontradas junto a mamutes. Graças um consul inglês, que presentou Curt Mentz com as sementes, hoje é possível conferir de perto essa árvore no local.

O parque também conta com diversas plantas como a milenar GinkoBiloba, e espécies como o xaxin e a famosa erva-mate, usada no tradicional chimarrão gaúcho.

Além de apreciar a beleza do local através de trilhas que cruzam todo o parque, é possível realizar cicloturismo, mountain bike ou se hospedar em uma das cabanas presentes por lá, aproveitando uma estadia em meio a natureza.

O que: Parque das Sequoias

O que é: Um museu natural ao ar livre, com mais de 120 espécies de plantas, a maioria da família das coníferas.

Quando ir: Aberto diariamente das 09:30 às 11:30 e das 13:30 às 17:00

Quanto: A entrada custa R$10,00, porém, caso você esteja hospedado por lá, o ingresso é isento.